Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay

Você não para de enviar campanhas de email marketing e não vende nada?

Publicado por Mailrelay em 01/10/2015

emai marketing que vende

Uma das muitas vantagens do email marketing é que podemos criar uma relação mais pessoal com os nossos assinantes, quando comparado  com outras técnicas de marketing on-line. Não é apenas o envio de emails, se trata de criar relacionamento.

Publicidade em buscadores, banners em sites, vários tipos de marketing de conteúdo, vídeos, etc.

Estas ferramentas de marketing on-line têm amplas opções de segmentação para encontrar o nosso tipo de cliente-alvo. Mas não é uma comunicação pessoal, uma vez que o receptor sabe que as mensagens e anúncios não foram criadas exclusivamente para ele ou ela.

Uma campanha de email marketing pode ser muito bem segmentada, além disso, em conjunto com outras ferramentas, é possível até mesmo gerar emails exclusivos e originais para cada destinatário.

Embora isso não é o mais comum e normalmente as empresas costumam enviar emails que embora possam ser muito segmentados, têm a mesma mensagem para vários assinantes.

Em qualquer caso, o assinante tem a opção de responder ao email, tornando a comunicação mais direta, 1-1.

Esta capacidade de comunicação pessoal e direta  pode, em alguns casos, levar-nos a pensar que já ganhamos o cliente.

E isto não precisa ser assim.

Podemos enviar uma newsletter com uma oferta para toda a nossa lista e ninguém se interessar.

Mesmo que sejam assinantes ativos que costumam interagir com nossas newsletters  (não as de venda).

NOTA: Se a lista não foi gerada corretamente, o resultado poderia ser muito pior (sim, há coisas piores do que não vender hoje, como cair em listas negras e não vender agora e nem no futuro).

Devemos nos lembrar disso, o fato de um assinante estar em nossa lista não significa que ele irá comprar na primeira oferta que lhe enviamos.

Na verdade, clientes muitas vezes me consultam, pois, após o envio de uma newsletter, a empresa não obteve  o volume de vendas esperado, mesmo quando tinham certeza de que a oferta do produto era muito interessantes (Eu não estou dizendo que não seja, é claro).

Por que isso acontece? O email marketing não é um dos métodos de marketing mais eficazes?

Vamos deixar claro um ponto que você precisará aceitar o mais rapidamente possível, uma assinatura para uma newsletter não é um casamento ou um contrato de exclusividade.

Bem, vamos analisar esta situação assumindo que:

-A lista de assinantes foi gerada corretamente

-O design da campanha  é pelo menos atraente e correto

Sem estes dois pontos mínimos, é claro que teríamos mais problemas.

Mas se estes dois pontos estão corretos O que pode estar errado?

Bem, existem muitas razões pelas quais uma oferta que pode parecer excelente pode não vender uma única unidade, ou não gerar qualquer contato.

Antes de falar sobre o sistema, neste caso, a ferramenta de email marketing, verifique os seguintes pontos:

1) Com certeza você não está sozinho, analise a concorrência

Isto pode parecer óbvio, mas às vezes nos esquecemos de que não estamos sozinhos. Um cliente pode estar cadastrado na sua lista de assinantes, mas isto não significa que ele não recebeu ofertas de outras empresas.

O mais provável é que, se um usuário estiver interessado em seus produtos ou serviços, ele também conhecerá outras empresas concorrentes. Verifique periodicamente os seus concorrentes,  para ver se eles estão oferecendo uma oferta melhor, estão vendendo novos produtos ou serviços, ou estão com algum tipo de promoção melhor do que a sua.

A lealdade dos clientes é um aspectos complicado, lembre-se que o cliente pensa primeiro em seus próprios interesses.

2) Existência de produtos ou serviços substitutos

Dependendo de sua indústria, produto ou atividade é provável que além dos Concorrentes do mesmo setor, também existam concorrentes de outros setores com produtos ou serviços que podem substituir seu produto.

Por exemplo, seu cliente pode estar interessado em treinamento online, mas se você não conseguir o convencer, ele pode decidir comprar um livro que explica como fazer o que ele deseja aprender. Certamente você pode ver as vantagens do curso online, mas para o cliente o livro pode ser um substituto válido para as suas necessidades.

3) Custos para mudar de fornecedor atual

Talvez o assinante se cadastrou em sua lista para comparar os seus produtos ou serviços com o seu fornecedor atual. Nestes casos devemos ter em conta os custos de alteração de fornecedor, pode não ser tão fácil ou de baixo custo, como poderíamos pensar à primeira vista, tudo deve ser analisado bem.

4) Tamanho do segmento de compradores potenciais e como eles se relacionam com a nossa lista

Outro fator importante é, na medida do possível, o segmento da população que representa nossos clientes potenciais, saber quem são nossos clientes potenciais, e se a nossa lista está refletindo estas características.

Se nossa lista não é formada por clientes potenciais de nossos produtos, não teremos muitas oportunidades de vender, mesmo enviando vários emails. Portanto, temos de garantir que a forma de conseguir novos assinantes é adequadas.

5) Em qual fase do funil de conversão estão nossos assinantes

Talvez nossos assinantes são adequados, a lista de clientes potenciais foi criada corretamente, mas será que eles estão no momento certo para a conversão?

Talvez não confiam totalmente em nossa empresa, ou estão avaliando diferentes soluções para as suas necessidades.

Temos de analisar isso também, porque não se pode esperar que os assinantes que não estão prontos para comprar, o façam.

6) A situação econômica geral e no segmento

Goste ou não, a situação econômica nos afeta. Se a economia não vai bem, as vendas vão sofrer. Não precisamos observar apenas o estado da economia em geral, também de nosso setor.

A economia pode não estar muito bem, mas se o nosso produto é para o setor de luxo, talvez não iremos notar os efeitos.

Não importa que você não pare de enviar emails, se a economia não está muito bem, isto irá afetar suas vendas.

7) A aceitação do produto ou serviço por parte dos usuários

Temos também de observar o grau de aceitação dos produtos, pode ser que as tendências mudem, os usuários tenham preferências por marcas ou empresas específicas.

Talvez o nosso produto ou marca está muito bem estabelecido em um mercado, mas não em outro.

Isto pode influenciar a fase do funil de conversão, o produto pode não ser tão conhecido, ou a marca pode não ser tão popular.

8) Maturidade da indústria

Outro ponto importante é a maturidade da indústria.

Se a indústria está em declínio, iremos ter menos vendas, e inversamente, se estiver se expandindo, teremos mais.

Com todos estes aspectos…

Podemos ter uma ideia melhor dos resultados que podemos obter, e das expectativas que podemos ter.

Se a tendência que aponta para esses fatores é negativa, podemos enviar emails, porém será mais complicado conseguir vender.

Se os fatores são positivos, o processo será mais fácil.

Lembre-se, porém, que a lista de assinantes deve ser criada de uma forma adequada, ou esses pontos não irão dar-lhe informações precisas para analisar o seu email marketing.

Espero que estes pontos sejam úteis para você entender melhor o sucesso ou fracasso de sua campanha, e como melhorar.

Deixe a sua opinião sobre estes aspectos!


El motivo principal por el que no vendes con tus emails es porque acaban en SPAM. Eso tiene solución, está en este ebook, lo puedes descargar registrándote, abajo







Acepto la política de privacidad.



Comentários

  1. vikingo

    Excelente!!realmente muy util, me ha pasado tal cual dices y es muy frsutrante. Pero el tiempo y la experiencia ayudan a resolver este problema, a mi me pasaba que le enviaba cualqueir producto a cualquier suscriptor SIN analizar que necesitaban..ERROR!

    01/10/2015 - 18:12:20 Publicar una respuesta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Menu Title