Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay

Como uma pequena empresa pode começar a enviar mala direta

Publicado por Noé Soriano em 28/03/2017

hacer emailing

Neste artigo, vamos criar uma guia com as principais informações para que as pequenas empresas e os profissionais que começam sua jornada no mundo do email marketing tenham dicas para enviar mala direta.

Na verdade, eu sempre prefiro falar sobre email marketing, porque embora não seja uma mala direta, mas sim comunicações com nossos clientes, é um meio de comunicação para melhorar o relacionamento com os nossos assinantes e obter vendas.

No entanto, desta vez, este post terá como foco o conceito de emailing, ou mala direta para uma base de dados de assinantes. É neste ponto onde vamos começar a nossa trajetória.

¡Envía hasta 75.000 emails gratis!

Quais são os pontos que devemos verificar antes de enviar mala direta?

Uma das primeiras coisas que devemos revisar é:

Que tipo de mala direta os nossos concorrentes estão enviando?

É um bom primeiro passo.

Fazer uma pequena análise dos concorrentes que já trabalham com mala direta há bastante tempo em nosso setor, poderá nos oferecer ideias e diferentes perspectivas.

Isto também pode nos ajudar a localizar oportunidades de ofertas ou mensagens que não estão sendo exploradas pelas outras empresas.

Quando começamos nossa jornada no email marketing, uma pequena avaliação comparativa dos líderes e concorrentes do nosso setor não é uma má estratégia para começar, logicamente adaptando cada estratégia aos nossos recursos.

Fazer um planejamento e definir uma estratégia

É verdade que no início estamos mais em fase de teste e conhecimento do ambiente, mas vale a pena definir os objetivos principais da campanha.

Isso nos ajudará a integrar a nossa estratégia de mala direta com a estratégia comercial e empresarial mais tarde.

Uma pequena reunião interdepartamental pode nos ajudar a identificar quais são os objetivos que queremos alcançar com a nossa estratégia de email marketing.

Sem esquecer de falar com o nosso departamento de TI, para evitar problemas técnicos desagradáveis, como sobrecarregar o website com uma quantidade de visitas maior do que o previsto.

Base de dados ou assinantes – Qual lista de emails deverá ser usada na mala direta?

Obviamente para os nossos clientes e assinantes do blog, fórum ou website, se a empresa tiver esta lista de emails, mas em uma mala direta comercial para obter vendas, conversões e ROI, podemos ser tentados a adquirir bases de dados para enviar as nossas ofertas.

Isto é onde muitas vezes cometemos o primeiro erro

Aquisição ou aluguel (que é chamado de CPM de envio para bases de dados de terceiros sem acesso a lista de emails) é feito por várias empresas, desde que seja feito corretamente.

A primeira coisa a entender é que é melhor investir em uma base de dados de um parceiro de qualidade e bem segmentada, embora o custo de cada email seja mais caro, do que uma lista de emails maior, mas geral, ainda mais se você trabalhar com um setor vertical.

Por exemplo, se compramos uma lista de emails geral de 500.000 emails por 1.000 euros e outra segmentada de 50.000 por 3.000 euros.

Na verdade, estamos perdendo dinheiro ao comprar a lista de emails geral..

À primeira vista, parece que a lista de emails mais barata é 10 vezes maior e a segmentada é três vezes mais cara, por isso você poderia obter mais vendas a um custo menor, mas isto não é verdade.

Eu nunca gosto de falar sobre taxas de abertura, porque cada caso é diferente, mas vamos ver uma média que pode ser ajustada para muitos clientes.

Uma lista de emails bem segmentada, pode ter uma taxa de ao redor de 25% de visualizações, enquanto uma geral em um setor vertical teria uma média de mais ou menos 5%. Portanto, na campanha para a lista geral, obteríamos 25.000 visualizações, enquanto a lista de emails segmentada cerca de 12.000.

Agora vamos ver a taxa de cliques vs visualizações, ou seja, aqueles que abriram o email e clicaram no link para acessar a landing page de vendas ou conversões.

Uma lista de emails segmentada terá assinantes mais interessados nos produtos ou serviços oferecidos pela empresa, ou seja, com maior probabilidade de abrir a mala direta.

Isto leva a uma percentagem final mais elevada de cliques.

Conservadoramente, podemos estar falando de cerca de três vezes mais.

Por exemplo, em um lista de emails geral pode ser de 1% e uma base segmentada de 3%. Por isso em nosso exemplo acima, a lista geral daria 250 e a Segmentada 360.

Portanto, estamos conseguindo mais vendas com a lista de emails segmentada apesar de a geral ser 10 vezes maior.

Isso já deveria compensar o custo adicional da lista de emails Segmentada, tendo em conta que isso irá ocorrer sempre que você enviar, mas devemos também acrescentar que as campanhas para a lista geral serão muito mais caras, por ser 10 vezes maior. Especificamente com a Mailrelay, o valor aumentaria em 364 EURos para cada campanha enviada.

Além da aquisição existem outras maneiras de gerar listas de emails para campanhas comerciais como acordos com fóruns e blog relacionados, Geração interna, criação de cupons, etc.

Minha recomendação é explorar outras opções antes de optar por uma compra de lista de emails, mesmo que segmentada. Existem técnicas para a criação de bases de dados comerciais, mas de um modo geral, seu uso não é recomendável.

Design da newsletter e remetente – O que vamos usar para enviar mala direta?

Aqui geralmente muitos cometem outro erro grave quando começam a enviar mala direta, pois são criados designs que podem ser bloqueados pelos sistemas antispam ou utilizam um remetente mal configurado, o que ocasiona o mesmo tipo de bloqueio.

Isto quase sempre acontece por pressa ou falta de conhecimento, embora a plataforma de email marketing deve informar sobre estes problemas, para evitar o desperdício dos créditos contratados.

Vale a pena dedicar algum tempo para criar um design adequado evitando os problemas mais comuns que podem levar-nos a cair em SPAM

  • Como colocar uma única imagem
  • Escrever o assunto todo em letras maiúsculas
  • Não configurar o registro SPF para o remetente da campanha
  • Enviar usando um email que não existe
  • Etc.

Neste artigo, podemos encontrar conselhos a este respeito para que sua mala direta não seja considerada como spam.

20 dicas para que sua newsletter seja considerada spam

Outro aspecto a considerar no design, é de que forma vamos escrever a mensagem que desejamos enviar.

Nas campanhas iniciais, geralmente temos a tendência de tentar dar demasiadas informações ou tentar mostrar muitas ofertas de uma só vez, mas a mala direta deve ser concisa, sem tentar vender todos os seus produtos no mesmo dia para os usuários.

Um bom conselho no início, é fazer pesquisas comparativas e revisar o que outras empresas consideradas referência estão fazendo, para tentar seguir um padrão específico.

Também não devemos negligenciar o assunto da mala direta.

O assunto precisa incentivar a abertura, sem ser demasiado enigmático nem dar todas as informações. Aqui estão algumas dicas:

>> Documentação Recomendada:

* Assuntos eficazes para mala direta

Segmentar e gerenciar a lista de emails- Como ter assinantes fieis?

Outra etapa importantes que muitas vezes é negligenciada no início é a segmentação da lista de emails.

É importante tentar separar os assinantes por interesse e perguntar qual a frequência de mala direta o usuário prefere receber.

Isto irá melhorar os resultados, o que é muito importante, para começar a recuperar o investimento e ter mais orçamento disponível para investir em vendas, como também irá reduzir os custos, pois você não irá enviar sempre a mesma coisa para todos os assinantes, aumentando assim suas vendas.

>> Documentação Recomendada:

Escolhendo a plataforma certa para enviar mala direta

Este é um aspecto fundamental e pode fazer a diferença no resultado da sua mala direta. Você precisa revisar principalmente aspectos básicos, como as informações sobre a plataforma, como a documentação disponível para seu uso, o suporte técnico, bem como se o serviço que você está usando é o mais adequado para as suas necessidades atuais, para que você não gaste com campanhas que poderia enviar de forma gratuita por outra plataforma.

Conclusão

O melhor conselho é não ter pressa. Numerosos erros podem comprometer nossa primeira mala direta e danificar a imagem da nossa marca, por isso é muito aconselhável dedicar algumas horas para estudar bem a nossa estratégia e fazer todos os testes necessários.

Suscríbete y aprende marketing online gratis. Desarrollamos y publicamos contenidos que bien podrían formar parte de un curso de pago, recíbelos gratis:







Acepto la política de privacidad.



Comentários

  1. Gersson Sorto

    Muy bueno este post, gracias por compartir.
    Ahora me pongo a por ello.

    29/03/2017 - 04:26:30 Publicar una respuesta
  2. Miguel

    Muchas gracias por poner vuestros conocimientos al alcance de todos.

    28/03/2017 - 18:15:02 Publicar una respuesta
  3. Paula

    ¡Vuestros posts son estupendos! Muy útiles para el día, para ir mejorando la imagen de marca.

    28/03/2017 - 13:47:53 Publicar una respuesta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Menu Title