Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay

Como criar conteúdo de qualidade para melhorar suas vendas

Publicado por Omar Rivero em 30/01/2018

contenidos de calidad

Se há algo que obceca os clientes, é a qualidade.

Muitos empresários estão convencidos de que podem perder muitos clientes se eles oferecerem um serviço de baixa qualidade.

Portanto, eles estão constantemente verificando que até o menor detalhe está atendendo aos padrões de qualidade.

O engraçado é que poucas empresas transferem esses esforços para o mundo digital. Por que? Podemos encontrar empresas com uma gama de produtos muito atraentes, mas com um site ruim.

Seu blog e o resto de seu conteúdo estão fora de sintonia com o nível elevado dos seus serviços.

Isso é terrível . Como sabemos, todos nós compramos com os olhos. E na era digital, isto significa ver o conteúdo do seu site.

Ou seja, se você não conseguir criar engajamento com o seu cliente desde o primeiro momento que ele descobrir sua loja virtual, é muito improvável que ele lembre de você quando decidir agir e comprar o produto que ele estava buscando.

Exatamente, quando seu cliente decidir que ele está pronto para comprar, ele irá lembrar dos sites que mais chamaram sua atenção com conteúdo de qualidade.

Então, seu conteúdo depende de seus produtos?

Chegou a hora de testar a qualidade do seu conteúdo, para conhecer a qualidade da imagem do seu site.

Mas antes de continuar, vamos dar uma olhada em alguns dos benefícios do marketing de conteúdo:

¡Envía hasta 75.000 emails gratis!

· Avalie a qualidade do seu conteúdo

Preciso melhorar meu conteúdo?

Oh, a pergunta de um milhão de dólares! Mas poucos donos de empresas pensam nisto regularmente.

Será que seus clientes estão satisfeitos com o seu conteúdo?

Quando falo de conteúdo não me refiro apenas aos artigos que você escreve para o seu blog.

Com conteúdo quero dizer todo o conjunto de elementos para apresentar seus produtos ou serviços para os seus clientes.

Sim, é uma definição muito ampla, mas vamos falar sobre isto mais tarde.

Pode ser um e-book, um tutorial, um vídeo, um white paper, um e-mail, um artigo, um infográfico; etc., etc., etc.

Existem muitos tipos de conteúdo. E claro, conforme a tecnologia avançar, surgirão novas formas de criar e distribuir conteúdo.

Então, praticamente, o seu site é um grande armazém de conteúdo; porque você tem uma quantidade de conteúdo que seus clientes veem com regularidade.

Então, seu conteúdo engloba todos aqueles elementos que os seus clientes visualizam para verificar a qualidade do seu website. Você não acha?

Nós todos fazemos isso!

Nós revisamos um website de cima para baixo antes de comprar; nós lemos as opiniões de outros clientes, procuramos descobrir se é popular, e assim por diante.

Então, pare por um minuto e acesse o seu site. Você gosta do que vê?

E o que seus clientes pensarão?

Seu conteúdo é a imagem do seu negócio. Cada post, cada imagem, cada texto é o reflexo da sua empresa que seus clientes verão.

  1. Se eles encontrarem um site abandonado, eles acharão que você é desleixado com seu negócio.
  2. Ou se a página demorar para carregar, eles pensarão que seu serviço também lento.
  3. E se você usar imagens pixeladas, eles pensarão que sua imagem também é barata e de baixa qualidade.

Você consegue entender como as ideias na cabeça do seu cliente estão relacionadas?

Então, pense com cuidado se o seu conteúdo reflete o melhor possível as particularidades do seu negócio.

Você deve identificar os pontos fracos da sua estratégia de marketing de conteúdo. Se você identificar problemas, será preciso aplicar as alterações necessárias para melhorar seus resultados.

Nos próximos parágrafos, vamos falar precisamente sobre este ponto: como você deve criar seu conteúdo para melhorar sua estratégia de vendas??

· Crie algo que desperte sentimentos fortes em seus clientes

Você já notou que algumas pessoas são apaixonadas por um tópico, mas quando tentam falar sobre isto ninguém presta atenção?

Se isto acontecer com o seu negócio, os resultados podem ser terríveis. Existem muitos blogs que contêm artigos que não são relevantes para os seus clientes.

Existem muitas páginas iniciais que não refletem a personalidade e os valores da empresa; ou também sites que parecem terem sido copiados de outras páginas (ou um template sem qualquer elemento diferente).

Você acha que seus clientes irão amar este tipo de conteúdo? Claro que não.

Como eu disse no começo, é muito importante que você crie um laço emocional com seus clientes; laço que será muito, muito influenciado pela primeira impressão.

Não crie conteúdo para você, mas sim para os seus clientes!

E, como é lógico, para criar conteúdo relevante para os seus clientes, será necessário conhecê-los.

Porque, como você pode criar engajamento com alguém que você não conhece?

Para se tornar amigo de alguém, obviamente você deverá conhecer seus gostos, não é verdade?

O mesmo acontece com seus clientes. Você não pode fazê-los amar o seu negócio, se você não os conhece antes.

Sabendo disso, você será capaz de criar conteúdos que satisfaçam as suas expectativas.

Então, não esqueça que o mais importante é conhecer bem o seu cliente ideal, mesmo que sejam apenas um ou dois tipos de pessoas.

Não se concentre na quantidade, mas na qualidade. Nós vamos falar sobre isto nos próximos parágrafos.

· Qualidade vs quantidade

Parece que, no século 21, os empresários deveriam saber que qualidade é melhor do que quantidade.

Mas, novamente, há uma lacuna entre o que acontece no mundo “on-line” e “off-line”.

No mundo online, os empresários preferem preencher o seu blog e o seu website com o maior número possível de conteúdos, como decoração, ao invés de criar conteúdo orientado à conversão.

Exatamente, muita gente pensa que o conteúdo deve ser apenas para criar uma sensação de volume, ignorando o fato de que cada conteúdo deveria ser criado com um propósito muito bem definido.

Mas qual o propósito?

Sua finalidade é assegurar-se que cada visitante irá agir ao acessar seu site. Eles devem ligar para você, comprar, se inscrever, ETC.

Seu conteúdo não é para preenchimento! Ele deve guiar seus visitantes para ser mais do que isso.

Portanto, você precisará incluir ao menos uma chamada à ação em cada conteúdo.

Com isso quero dizer que, em cada conteúdo que você cria, você deve motivar os visitante para receber um benefício.

Ou seja, se eu ligar para você, se inscrever ou clicar, o que eu ganho em troca? Isto é o que seus visitantes pensam antes de agir.

Então, você deve motivá-los a receber um benefício em cada conteúdo; seja uma página de destino, um artigo do blog ou um download.

Seu visitante deve ganhar algo para motivá-lo a fazer algo.

Por esse motivo, você não deve se concentrar na quantidade de conteúdo; mas em se assegurar de que cada conteúdo irá oferecer um benefício para motivar os visitantes, de modo que eles aceitem executar a ação que você deseja.

Isto é o que chamamos de “conversão”. Por isso, concentre-se na porcentagem de conversão do seu conteúdo, não em apenas criar muito conteúdo.

Suponha que você tenha um pequeno blog com 1.000 visitas mensais.

O que seria melhor? 20 artigos de blog por mês com 10% de conversão? Ou 8 artigos por mês com 50% de conversão?

Fazendo as contas, a opção A tem apenas 100 visitantes convertidos; enquanto a opção B tem 500, e com apenas 8 artigos.

Ou seja, com menos da metade da opção A, a opção B tem cinco vezes mais conversões.

Portanto, não se concentre na quantidade; mas em se assegurar que cada conteúdo tenha uma boa taxa de conversão. Ou seja, que seja de qualidade.

Portanto, você precisará saber como fazer um plano de marketing digital, para criar conteúdo adequado ao seu público-alvo.

Mas antes de terminar, quero destacar o mais importante. Vamos falar sobre isso.

· Lembre-se da opinião mais importante

Antes de seguir algum conselho ou post que você leu, não se esqueça que a opinião mais importante é a do seu cliente.

Não copie e cole! Crie algo valioso e relevante para os seus clientes, para criar uma relação duradoura com eles.

Então, se você encontrar, por exemplo, um post que diz que você deve adicionar 5-10 imagens a cada artigo.

Mas se você ver que seus leitores estão reclamando sobre a grande quantidade de imagens em seu conteúdo, você deveria começar a ouvir seus clientes primeiro!

Reduza as imagens, torne o artigo mais curto ou mais atraente e busque maneiras de prender a atenção dos seus leitores.

Com tudo isso, quero dizer que a satisfação de seus clientes é o fator primordial que você deveria considerar. Além de qualquer opinião contrária.

Se seus verdadeiros clientes, aqueles que realmente compram de você estão satisfeitos, então, podemos dizer que seu conteúdo é de qualidade elevada.

Mas se houver muitas visitas ao seu site, resultando em poucas conversões, isto é um indício claro de que algo está errado.

Ou os visitantes que chegam não são os indicados, ou o seu conteúdo não é o melhor para estes visitantes. ou tristemente os dois casos.

Por isso, repito que é muito importante que você conheça seus clientes ideais; aqueles que estão realmente interessados em comprar de você. Porque nem todo mundo estará interessado em seu conteúdo.

Você deve conhecer seus gostos, hábitos, opiniões e preferências. é preciso entender como eles veem seu conteúdo e se eles o considerarão relevante ou não.

· Conselhos práticos

Antes de terminar o artigo, eu quero dar-lhe uma lista de dicas úteis que irão ajudá-lo a entender o que vimos até agora de uma forma prática.

Vamos lá!

  1. Avalie a qualidade do seu conteúdo constantemente, para melhorar a imagem do seu negócio.
  2. Verifique a qualidade das imagens, os tempos de carregamento das páginas, a qualidade do seu logotipo ou texto e outros conteúdos.
  3. Não sacrifique a qualidade pela quantidade! É melhor publicar dois conteúdos por mês que são relevantes, do que quatro conteúdos pobremente escritos, criados apenas para “manter o ritmo“.
  4. Lembre-se de que a opinião mais importante é a do seu cliente. Você pode fazer pesquisas, testes A/B, perguntas ou mapas de calor para saber como seus visitantes percebem seu conteúdo.
  5. Você deve conhecer seu público. Lembre-se que você não pode satisfazer os gostos de alguém que você não conhece.
  6. Para vender na Internet, é preciso ter uma imagem de marca memorável, pois nós compramos o que vemos. Um design amador, ou texto ruim, pode transformar um bom produto em um fracasso.

Se você tiver alguma dúvida sobre o que vimos hoje, não hesite em escrever sua pergunta nos comentários. Eu responderei o mais breve possível, com a intenção de resolver todas as suas dúvidas.

Conclusão

Por fim, lembre-se de que seu conteúdo será relevante, sempre que ele satisfazer os gostos, desejos e necessidades de seus compradores.

Não fique sentado enquanto seus visitantes deixam seu site porque não é o que eles esperavam.

Saiba quais são as expectativas dos seus compradores e tente satisfazê-las.

Então você verá que suas vendas vão melhorar, porque você estará entre as primeiras opções de seus compradores.

Omar Rivero

Suscríbete y aprende marketing online gratis. Desarrollamos y publicamos contenidos que bien podrían formar parte de un curso de pago, recíbelos gratis:







Acepto la política de privacidad.



Comentários

  1. Miguelina Rodríguez

    Gracias.Excelente el artículo me gusta la presentación del contenido claro, directo y práctico. Saludos

    31/01/2018 - 11:28:17 Publicar una respuesta
    • Mailrelay

      ¡Gracias Miguelina por el comentario! Nos alegra que te haya gustado el post, esperamos que te sea útil.

      31/01/2018 - 11:31:44 Publicar una respuesta
  2. Silvia Vidal

    Gracias por el video creo que es muy interesante todo lo que en él comentas. Saludos.

    30/01/2018 - 11:30:23 Publicar una respuesta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Menu Title