Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay Crear cuenta Mailrelay

Como proteger sua loja virtual, para que você não perca vendas e dinheiro

Publicado por Micheli em 08/10/2020

É inegável que comprar online é muito mais fácil e rápido. De fato, muitos clientes preferem comprar na Internet. Esta nova tendência também está promovendo um aumento constante nas transações em lojas virtuais, o que infelizmente significa mais violações de segurança por parte de hackers.

Você deve proteger sua loja virtual e clientes contra os muitos perigos representados por fraudadores e hackers. Por quê? Porque a segurança cibernética é um desafio que todas as empresas precisam enfrentar, uma vez que os hackers conseguem acessar até mesmo sites de bancos e governos em todo o mundo.

Muitas pessoas dizem que temos que ser otimistas, mas a verdade é que o cibercrime não irá diminuir. Fato preocupante: estima-se que as perdas por violações de segurança de sites comerciais chegarão a US $ 6,4 bilhões até 2021. Isso destaca a importância de tomar medidas preventivas se quiser manter sua loja virtual segura.

Em um estudo, 64% dos pequenos negócios que estão vendendo online disseram que a Internet ajudou a aumentar as vendas ou receitas. Mas isso também significa que você terá que proteger suas vendas e dinheiro.

Mas a segurança da sua loja virtual não precisa ser uma tarefa tão assustadora. É apenas uma questão de colocar as estratégias corretas em prática e implementar as ferramentas certas. Ao implementar ou aplicar as estratégias certas, usando ferramentas e processos corretos, você pode proteger seu negócio online reduzindo as chances de um ataque.

Promova uma boa higiene de senha

Embora o uso de senhas esteja enfrentando forte concorrência de tecnologias como autenticação multifator (MFA) e reconhecimento facial, elas continuam sendo a forma padrão de acessar a maioria dos softwares.

Mais de 50% das empresas ainda dependem de senhas como seu principal método de autenticação.

Infelizmente, hábitos de senha ruins ou perigosos ainda são comuns e tendem a facilitar as violações online. Quando os cibercriminosos podem adivinhar corretamente as credenciais de login, comprá-las na Internet ou quebrá-las usando ataques de bot de força bruta, provavelmente você terá estranhos potencialmente perigosos em seu sistema. Eles podem ter acesso aos seus aplicativos da web, bancos de dados e e-mails confidenciais da empresa.

Algumas falhas de segurança podem não acontecer por culpa sua. Em muitos casos, os clientes usam senhas fracas, fáceis de descobrir.

Eles podem ter entregado informações confidenciais inadvertidamente a hackers ou sites de phishing.

Eduque seus clientes sobre os riscos associados ao crime cibernético, como práticas de segurança inseguras e phishing. Exija senhas fortes deles e peça que atualizem suas credenciais regularmente.

Habilite autenticação segura e sistemas de verificação de endereço

Para acessar um site, a autorização de dois fatores exige que o comprador tenha uma combinação de nome de usuário e senha mais um código extra. Ele é enviado como um SMS para o número de telefone fornecido pelo usuário. Dessa forma, mesmo que a senha e o nome de usuário do usuário estejam em risco, apenas quem recebe o código de texto pode acessá-lo. Isso significa que mesmo que os hackers consigam descobrir a senha, eles também deveriam estar fisicamente com o seu telefone para acessar o site.

Use sistemas de verificação de endereço para obter mais segurança virtual.

É uma ferramenta avançada de fraude que agora está disponível em diferentes plataformas de processamento de pagamentos. AVS ajuda a comparar as partes numéricas do endereço de cobrança do cartão de crédito armazenado em seu sistema com o endereço registrado na administradora do cartão de crédito.

Verifique transações e contas diariamente

Ninguém pode administrar perfeitamente o seu negócio melhor do que você. Você conhece os padrões de seus maiores gastadores. Monitore suas transações e contas em busca de sinais de alerta, como envio inconsistente ou informações de faturamento incorretas.

Use ferramentas confiáveis para rastrear endereços IP de clientes que alertam sobre quaisquer endereços originários de países conhecidos por atividades fraudulentas.

Verifique se seus clientes estão usando e-mails gratuitos ou endereços de e-mail anônimos como Yahoo e Gmail. Há mais chances de fraude em provedores de serviços de e-mail gratuitos do que em e-mails pagos.

Use plug-ins de alta qualidade

Os plug-ins são uma maneira simples de reforçar a proteção de segurança do site. Os plug-ins de segurança protegem seu site de XSS, SQLi, injeções de código, bots maliciosos e muitos outros ataques graves. Por exemplo, a instalação do plugin Astra rich ajuda a proteger automaticamente o seu site WordPress. O software de patch virtual impede que solicitações maliciosas cheguem ao seu site.

Embora plug-ins e extensões aumentem significativamente a funcionalidade de sua loja virtual, nem todos são criados iguais. Usar um plug-in mal codificado tornará mais fácil para os cibercriminosos invadirem seu site, portanto, sempre certifique-se de usar fontes confiáveis e avaliadas que também tenham boas análises.

Não perca tempo baixando versões premium gratuitas de plug-ins de terceiros. Freqüentemente, eles são modificados para incluir malware malicioso. Certifique-se de atualizar regularmente os plug ins e trabalhar apenas com as versões mais recentes do WooCommerce e WordPress.

Mantenha o software e as plataformas atualizados

Certifique-se sempre de usar a versão mais recente do sistema operacional, pois os fornecedores atualizam continuamente o software. Novos patches de segurança são projetados para evitar fraudes e proteger seu site contra os mais recentes malware, vírus e vulnerabilidades descobertas recentemente.

Da mesma forma, instale software anti-spyware e anti-malware de nível empresarial para impedir ataques que possam usar suscetibilidades em software obsoleto. Em geral, o software antivírus gratuito, potente para o consumidor e de recursos limitados pode não ser suficiente para proteger seu negócio. Todas as novas atualizações também vêm com vulnerabilidades que os hackers podem explorar, portanto, atualize regularmente tudo em seu site.

Revise as mensagens de erro

Ocasionalmente, atualizações e manutenção do sistema podem disparar mensagens de erro na tela do computador. Os cibercriminosos podem pegar essas informações e usá-las para hackear e comprometer o seu site. Reveja regularmente o seu site e certifique-se de desabilitar esses erros. Você pode fazer isso acessando o back-end do seu site. Você também pode criar um arquivo php.ini, que pode então ser carregado no gerenciador de arquivos do seu site.

Implemente certificados SSL

Secure Socket Layer (SSL) é o líder reconhecido quando se trata de proteger sua loja virtual e garantir transações online. Um certificado SSL afirma claramente que seu site é confiável e, para um site de vendas, a implementação de SSL é essencial. Qualquer hacker que tentar interceptar seus dados protegidos por SSL encontrará uma mistura de caracteres ilegíveis que são impossíveis de descriptografar.

Existem diferentes certificados SSL na indústria; por exemplo, o Wildcard certificado SSL da SSL2Buy ajuda a criptografar e autenticar a identidade do usuário no caso de você ter subdomínios ilimitados.

Para compradores online experientes em tecnologia, o ícone de cadeado HTTPS na barra de endereço é fundamental. Estes usuários irão revisar se o site é seguro antes de concordar em fornecer seus dados pessoais e de cartão de crédito. Usar HTTPS em seu site tem vantagens que vão além da confiabilidade e segurança. O Google oferece uma classificação de pesquisa mais alta para proteger sites HTTPS, levando a mais cliques e visitantes.

Da mesma forma, o Google também pode marcar um site não criptografado como “não seguro”, o que irá assustar muitos visitantes.

Use firewalls

Outra maneira eficaz de proteger sua loja virtual é usando  um software de firewall e os plug-ins mais recentes. Eles regulam o tráfego que visita e sai do seu site e mantém as redes não confiáveis afastadas.

Os firewalls oferecem permeabilidade seletiva, permitindo apenas o acesso ao tráfego confiável. Eles também são bons para proteger seu site contra ameaças cibernéticas, como scripts entre sites e injeções de SQL.

Proteja seus gateways de pagamento

Se você deseja melhorar a comunicação, vender mais e facilitar as compras recorrentes, você precisará coletar os dados dos seus clientes.

No entanto, o perigo é que, devido a esses dados valiosos, o seu site se torne alvo de phishing, hacking e outras formas de ataques cibernéticos.

Embora ter os detalhes do cartão de crédito armazenados em seu banco de dados torne o processamento de pagamentos mais confortável e conveniente, pode ser um risco, pois se eles forem roubados, você seria responsabilizado. Você tem que entender que este tipo de site é um convite aberto para hackers. Para salvar e proteger sua empresa dessa possibilidade, nunca armazene detalhes de cartão de crédito em seus servidores e sempre verifique se seus gateways de pagamento são seguros.

Backup de dados

De acordo com um relatório de 2018, em média, as pequenas empresas relataram 249 tentativas de fraude por mês. Como os administradores destes websites tem menos recursos para investir em segurança, estas páginas são mais vulneráveis e um alvo mais fácil para os criminosos.

A perda de dados devido a ataques cibernéticos ou mau funcionamento de hardware não é incomum. Se o backup dos seus dados não for feito regularmente, você pode perdê-los para sempre e, se isso acontecer com o seu site, os clientes podem perder a confiança no seu negócio. Use o backup automático para que, mesmo no caso de você se esquecer de fazer o backup manualmente, todos os seus dados sejam copiados automaticamente.

Dê um passo adiante fazendo uma cópia de backup, pois isso fornece um plano de contingência caso o backup original se perca ou funcione mal. Outra excelente opção é contratar os serviços de uma empresa de hospedagem gerenciada que cria backups para você automaticamente. Ao procurar esse serviço, escolha entre alternativas com um histórico comprovado de soluções para lojas virtuais, como certificados SSL, gateways de pagamento criptografados e protocolos de autenticação de vendedor/comprador sólidos.

Conclusão

Hoje em dia, o comércio eletrônico é a espinha dorsal da maioria das empresas. Uma loja virtual, no entanto, vai além de usar seu site para vender produtos e serviços online. Como proprietário de uma empresa que vende na Internet, recai sobre você a responsabilidade de garantir a segurança do usuário. Isso envolve proteger seus registros financeiros, detalhes de cartão de crédito confiados a você. É sua responsabilidade proteger seu site para que hackers não possam acessá-lo.

Como você deve ter deduzido após ler este artigo, você não pode se dar ao luxo de cometer erros. Uma única falha crítica pode custar caro para sua empresa e você poderia perder a maioria, se não todos os seus clientes. A melhor estratégia de defesa é investir em segurança cibernética, assim como você investe em web design ou marketing digital. Dessa forma, sua loja estará segura e seu dinheiro também!

Traduzido por Micheli.

barra suscripción

Inscreva-se na newsletter da Mailrelay:

Não vamos oferecer-lhe o típico PDF ou ebook que você nunca irá ler (você sabe que isto é verdade). Prometemos enviar-lhe conteúdo de qualidade periodicamente, com informações úteis para ajudá-lo em sua estratégia de email marketing.

Também não vamos encher sua caixa de entrada com emails de venda, só vamos enviar-lhe artigos e dicas relevantes para seu negócio.

Comentários

  1. Eduardo Martell

    Gracias por la info, tener un sitio actualizado es la mejor manera de mantener a salvo nuestra web, muy buenos tips, saludos !

    13/10/2020 - 16:55:35 Publicar una respuesta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Menu Title