9 Dicas para criar uma campanha de email marketing mais eficaz

Publicado por Mailrelay em 09/02/2021

Existe uma maneira rápida de aumentar suas vendas: usar o email marketing. Neste artigo, vamos revisar alguns pontos relevantes para criar uma campanha de email marketing eficaz para todos os tipos de negócios.

Não se preocupe, você poderá seguir estas dicas sem nenhum problema, porque o marketing por email é, na verdade, uma das ferramentas mais simples de marketing online, e você não precisa usar estratégias complicadas para obter resultados positivos.

Vamos começar

¡Envía hasta 75.000 emails gratis!

Etapa 1) Verifique suas campanhas anteriores

Uma rápida olhada nas estatísticas de suas campanhas anteriores pode fornecer muitas informações. Estude alguns aspectos mais relevantes:

  • Quais newsletters tiveram taxas de visualizações mais elevadas.
  • Se a hora ou dia de envio pode influenciar o resultado
  • Botões e chamadas à ação (links), que tiveram melhores resultados

Esses dados serão muito úteis para saber o que funciona melhor para você, do que seus contatos mais gostam. Você não precisa gastar uma quantidade exorbitante de tempo, apenas procure trabalhar com os melhores dados disponíveis.

A maioria dos programas de email marketing oferece esse tipo de dados estatísticos de maneira visual e fácil de interpretar.

Na Mailrelay você também tem uma ferramenta de comparação de campanhas para poder fazer isso com mais rapidez e eficiência.

¿Vas a agregar más contactos a tu lista? Cuidado

Etapa 2) Você vai adicionar mais contatos à sua lista?

Seja cuidadoso, pois muitas pessoas confundem o número de emails com a quantidade de vendas.

No entanto, em alguns casos você pode ter o efeito oposto se você usar esta estratégia.

A primeira coisa a considerar é que dependendo do número de contatos que você adicionar, seus dados estatísticos serão mais ou menos afetados. Ou seja, se você adicionar um volume que represente 25% a mais de contatos, dificilmente a informação que você tinha antes, a que vimos na etapa 1, continuará sendo tão relevante.

Você deveria levar em consideração:

  • A origem dos contatos: isto é, de onde eles foram obtidos. Tenha cuidado com as bases de dados compradas, pois este tipo de lista de emails poderia trazer-lhe vários problemas.
  • Quando foi a última vez que você enviou conteúdo para estes contatos?

Portanto, se você está pensando que, como seu envio anterior tinha poucos contatos, talvez seja bom adicionar uma lista de clientes antigos, pense duas vezes.

É muito possível que esta lista antiga contenha:

  • Emails que não existem mais – que irão gerar erros
  • Emails errados – mais erros
  • Contatos que não se lembram mais de você – queixas de spam

O impacto nos resultados será negativo. Portanto, meu conselho é que, se você quiser melhorar os resultados de suas campanhas, não modifique um parâmetro-chave, como a lista de emails.

¿Cuantos contactos vas a planificar?

Etapa 3) Quantos contatos você planeja usar?

Na maioria das vezes, duas coisas acontecem:

1) É muito difícil vender com uma única interação

2) Na sua lista de emails haverá contatos com interesse atual em comprar, outros que precisam ser incentivados, outros que não estão suficientemente motivados no momento. Você terá contatos em muitos  estados do ciclo de compra.

O que isso significa?

Que se você enviar uma única mala direta estará perdendo várias oportunidades de vendas, pois a maioria dos seus contatos não terá interesse em comprar naquele exato momento.

Qual é a alternativa mais eficaz?

Planeje uma série de emails, com um objetivo comum, que funcione a partir de várias abordagens.

Se você nunca usou uma estratégia como essa, não se preocupe. Planeje apenas 3 a 5 e-mails, em caráter experimental.

Existem muitas estratégias de copywriting, e se você não quiser se complicar, basta:

1) Num primeiro contato, aborde o problema em termos gerais, e a solução que o seu produto apresenta

2) Em um segundo contato, fale sobre as implicações em um nível pessoal

3) Em seguida, tente explicar as possíveis vantagens do seu produto em relação à concorrência

4) E tente eliminar as principais objeções

É claro que há mais opções e mais aspectos a serem abordados, mas acho que você pode começar com essas opções como ponto de partida no planejamento de sua campanha de marketing por e-mail.

Na verdade a ideia seria encontrar uma maneira de manter uma comunicação mais ou menos constante para estar sempre presente na mente dos seus contatos, para que você esteja lá quando eles estiverem prontos para comprar.

Redacta el asunto más efectivo posible

Etapa 4) Escreva o assunto mais eficaz possível

Com que frequência você recebe um e-mail cujo assunto instiga você?

Não é uma coisa normal, certo? E, no entanto, quando você recebe um e-mail com um assunto estranho, diferente, provocativo, você pensa em abri-lo para ver do que se trata.

Ainda assim, a maioria dos empresários prefere trabalhar com “segurança” e escrever assuntos “padrão”, ou não perde tempo pensando no assunto em primeiro lugar.

Na minha experiência, muitas pessoas indicam que o que realmente faz a diferença é o remetente. E que basta ter um remetente que o cliente reconheça.

Bem, às vezes sim, às vezes não. Se o seu cliente receber muitos emails, mesmo que reconheça o seu remetente, é bem possível que pense “verei isto mais tarde / amanhã / outra hora” = nunca.

É preciso se destacar de alguma forma, para se diferenciar.

Para saber como fazer isso, siga as recomendações do post:

Escreva assuntos de email impactantes e eficazes que não podem ser ignorados

Uma linha de assunto mais relevante o ajudará a melhorar suas taxas de visualizações, como também pode servir para “convencer” seu potencial cliente a realizar a ação que você deseja.

A linha de assunto pode ser diferente intrigante, mas nunca escreva qualquer coisa, apenas para não deixar este campo vazio.

O próximo ponto lógico é a chamada à ação.

La llamada a la acción, la clave de un buen mailing

Etapa 5) A chamada à ação, o segredo para o sucesso de qualquer campanha de marketing

O conteúdo do email é importante e deve ser concluído em uma ou mais chamadas à ação.

Como vimos em artigos anteriores publicados neste blog, existem duas maneiras pelas quais você pode aumentar facilmente os cliques em suas newsletters:

  • Coloque a chamada à ação em vários locais (2 a 3 vezes no e-mail)
  • Crie CTAs com palavras diferentes, mesmo se usar o mesmo link para todas elas, tente persuadir com várias combinações de palavras

Estas duas estratégias oferecem a possibilidade de obter mais cliques nos seus emails e, consequentemente, mais vendas.

Você sempre deve tentar atrair o leitor para o seu site, por isso não pode ignorar a chamada à ação.

Mesmo que você esteja enviando uma campanha com vários produtos, tente oferecer variedade na chamada à ação de cada um deles.

No começo, eu disse que é útil revisar as campanhas anteriores. No caso de chamadas à ação, é bastante interessante que você estude aquelas que funcionaram melhor no passado.

Minha recomendação é que você não pare de tentar usar diferentes tipos de chamada à ação em todos os emails que enviar.

► Imagens e botões como GIFs animados

Anos atrás, eu estudei o efeito do uso de imagens e GIfs animados como chamadas à ação.

Em alguns casos, o efeito foi bastante interessante, com uma melhoria na porcentagem de 5% – 10% nas taxas de cliques. Em outros casos, a diferença quase não foi notada.

O que faz a diferença é:

  • Sua chamada à ação deveria estar claramente visível
  • Mantenha a mensagem concisa e incentive o clique
  • Adicione mais de uma CTA em várias partes da campanha

O que não está funcionando tão bem? Trabalhe com diferentes tipos de chamadas à ação

Se você está promovendo vários produtos na mesma newsletter, pode ter que adicionar vários links, cada um com uma CTA. O problema é que quando você oferece muitas escolhas ao cliente em um único email, ele pode terminar não fazendo nada, ou deixando a mensagem para mais tarde. Se ele não agir neste momento, é provável que esqueça do email ou se distraia com outras tarefas mais urgentes e feche sua newsletter.

Paso 6) Dirígete a lo personal

Etapa 6) Crie campanhas sob um prisma mais pessoal

Quase qualquer necessidade, problema ou desejo tem impacto no aspecto  pessoal, no dia a dia, dos clientes. Mesmo quando falamos sobre as necessidades de uma empresa.

Tudo afeta o lado pessoal de uma forma ou de outra:

  • No nível de inspiração
  • Sensação de pertencer a um grupo
  • Medo de mudança (ou outras coisas)
  • Prazer pessoal

O campo profissional tem muito impacto no pessoal não só pelas horas que passamos no trabalho, mas também pelas relações interpessoais que se geram. Assim, o pessoal e o profissional tornam-se as duas faces da mesma moeda e vemos padrões de comportamento semelhantes em ambos.

Você pode apelar ao lado pessoal em suas campanhas de vendas, mesmo que esteja se dirigindo a um público empresarial.

Sempre pergunte a si mesmo:

Em que situação o cliente se encontrará se não comprar o produto ou serviço?

E apresente essa situação em sua newsletter.

Você pode experimentar diferentes perspectivas, positivas, negativas, mais diretamente ou mais sutilmente.

Como um possível exemplo, você pode ver um de nossos pop-ups:

ejemplo de mensaje dirigido a situación personal

É uma mensagem mais ou menos sutil, mas de alguma forma sugere as repercussões e implicações de não resolver o problema (vendas).

Poderíamos usar  uma mensagem mais direta?

Claro, algo como:

“A falta de vendas o aflige? As decisões difíceis que você terá de tomar se não vender? Faça alguma coisa!”

O uso de um tipo de mensagem ou outro dependerá do público ao qual você está se dirigindo, embora seja melhor sempre fazer testes e ocasionalmente alterar sua estratégia para ver se outras variações poderiam trazer resultados ainda melhores.

► Storytelling

É muito provável que você possa contar algum tipo de história ou piada sobre seu produto ou serviço.

Se você escrever bem, esta estratégia poderia se tornar uma maneira muito eficaz de vender em suas newsletters.

7) Use um design eficaz, mas simples

Sem entrar no debate sobre se usar e-mails de texto ou imagem é melhor ou pior, o certo é que e-mails mais simples tendem a obter melhores resultados.

O motivo?

Falta de atenção.

Sim, na maioria das vezes as campanhas que você envia não terão 100% da atenção da pessoa que as está visualizando. É possível que uma pequena porcentagem de seus assinantes esteja prestes a comprar e, nesse caso, é possível que demonstrem um pouco mais de interesse, porém a maioria estará fazendo várias coisas ao mesmo tempo.

Qual é a melhor opção disponível?

  • Algo simples
  • Impressionante
  • Apresentação rápida e fácil de entender

Essa é uma das formas possíveis de “lutar” contra um ambiente saturado de estímulos.

Você pode ler outros artigos e tutoriais para criar uma newsletter mais limpa, ou revisar o que os seus concorrentes estão fazendo para identificar aspectos que poderia alterar em suas campanhas.

Revisa el resto de aspectos fuera de tu email

Etapa 8) Verifique aspectos externos

De que adianta criar uma newsletter dentro dos padrões corretos, com textos escritos para sua audiência se seu site não está funcionando corretamente?

Sim, pode exigir muito mais trabalho, por exemplo, se você tiver que preparar uma página de vendas específica para uma mala direta. No entanto, haverá momentos em que vale a pena criar uma página de vendas específica, e isso pode impactar positivamente seus resultados.

Também é útil levar em consideração se campanhas semelhantes estão sendo realizadas por outros meios, como redes sociais, vídeos, etc.

Tente coordenar os esforços de todas as campanhas para aumentar os resultados.

Elementos que também podem melhorar a eficácia de suas campanhas seriam:

  • Adicione um botão de chat no seu website
  • Meios de contato visíveis
  • Condições de compra claras e concisas

Isso não está relacionado ao desenho e preparação da newsletter, mas certamente melhora sua eficácia.

► O mais importante

Você precisará ter certeza de que não há erros ou problemas e que todo o processo está claro e não há possíveis dúvidas.

É possível que a maioria dos envios não requeira atenção máxima, porém haverá casos em que se quiser aumentar as vendas, ou melhorar os resultados, isso será necessário.

Si es posible / necesario incluye límites

Etapa 9) Se possível/necessário, inclua limites

Trabalhar com datas limites pode ser uma forma muito eficaz de aumentar o interesse dos assinantes em um produto ou serviço. O difícil muitas vezes é especificar uma limitação temporária que:

  • Incentive o contato a realizar a compra o mais rápido possível
  • Não seja muito curto para dar a impressão de que não há tempo suficiente para tomar a decisão certa
  • Não seja muito longo para que não influencie a tomada de decisão

Qual é a melhor opção?

Esse ponto exigiria testes, pois as opções podem variar dependendo do tipo de produto ou serviço que você quer promover.

Em qualquer caso, é um aspecto interessante que você pode experimentar, especialmente se trabalhar em conjunto com possíveis descontos e promoções.

Em definitiva

A eficácia de uma campanha de email marketing depende de muitos fatores. Neste post vimos aqueles que acredito que possam ter um efeito maior.

É verdade que algumas coisas ficaram de fora, como a necessidade de configurações técnicas ou a captação de novos assinantes. No entanto, acho que os pontos discutidos são os mais importantes, e os outros, como as configurações técnicas, são tão essenciais que são pressupostos.

Espero que essas dicas sejam úteis para você.

Traduzido por Micheli.

joseargudo.com

Inscreva-se na newsletter da Mailrelay:

Não vamos oferecer-lhe o típico PDF ou ebook que você nunca irá ler (você sabe que isto é verdade). Prometemos enviar-lhe conteúdo de qualidade periodicamente, com informações úteis para ajudá-lo em sua estratégia de email marketing.

Também não vamos encher sua caixa de entrada com emails de venda, só vamos enviar-lhe artigos e dicas relevantes para seu negócio.

Comentários

  1. Ursula Oropeza

    Excelente contenido, gracias por los consejos, me han sido de mucha ayuda. Saludos

    09/03/2021 - 17:00:35 Publicar una respuesta
  2. Ricardo Villalobos

    ¿Puedo vender pólizas de servicio correctivo y preventivo para equipos de cómputo a través del envío de correos?

    Muchas gracias

    09/02/2021 - 16:11:25 Publicar una respuesta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Menu Title